quarta-feira, 30 de março de 2011

História da moda e das noivas

De 1920 a 1920 - Os loucos anos 20 Depois da Primeira Guerra Mundial, a moda passa por uma grande transformação. A silhueta rígida da Belle Epoque não faz mais sentido em um mundo onde as mulheres começam a ganhar mais espaço, a trabalhar mais fora de casa e principalmente não combina mais com o desejo de mudança comum a um período pós - guerra. A idéia é se divertir depois de tanto horror e pela primeira vez na história, as saias sobem e as mulheres começam a mostrar as pernas. Se Poiret nos libertou do espartilho e criou uma nova silhueta com infuências orientas, tecidos mais soltos e até mesmo propondo calças para mulheres ( vemos aí as calças saruel, que parecem tão modernas até hoje), nos anos de 1920 a grande estrela é a revolucionária maior da moda é Chanel. É ela que invade o guarda roupa masculino e cria a idéia de um visual andrógeno que será tão popular na época, cria a idéia do vestidinho preto, o essencial para o guarda roupa de uma mulher elegante, mistura jóias reais com bijuterias. Os vestidos serão mais simples que os da Belle Epoque, mais curtos, a silhueta torna - se tubular, mais afastada do corpo, sem marcar a cintura, na verdade com a chamada cintura baixa. as mulheres enfaixam os seios para perderem curvas e ficarem com um look menos feminino e cortam os cabelos. Maquiagem deixa de ser uma coisa mal vista e temos o começo do reinado do batom vermelho e dos olhos bem marcados com sombra preta. Vestidos de noiva que refletem as tendências dessa época: Noivinha real dos anos de 1920. A rainha - mãe da Inglaterra no dia do seu casamento, em 23 de abril de 1923. Vestidos atuais com influência dos anos de 1920: Eu particularmente acho que hoje em dia, as noivas que querem um vestido com influência dos anos de 1920 encontrasm muitas opções, é uma época que também influencia muitos estilistas, mas acaba acontecendo uma mistura das silhuetas de 1920 e 1930, uma adaptação pro nosso gosto. Melhor. Valoriza mais o corpo e não tem tanta cara de "fantasia"

Nenhum comentário:

Postar um comentário